domingo, fevereiro 28, 2010

porto, texas

|eu vi. mas não agarrei|

acho que é esta chuva de fevereiro que não pára. acho que é uma chuva que se calhar nunca parou...

quarta-feira, fevereiro 24, 2010

raíz

terça-feira, fevereiro 23, 2010

22||02


|serão efeitos secundários da poesia|

às vezes, só às vezes, meio perdida ando eu de mim. medo dos sonhos. medo dos olhos. medo que a vida não seja só assim. temor que passe. terror que arrase. nervos em franja e tudo à flôr da pele. para que ao tempo, que dizem certo, se abra a luz e se rabisquem os papéis. que passe o frio. o calafrio e fique só a poesia do lugar: do ar da infância, do som do riso, da luz do mar, do teu sorriso, da cortina branca que embala o sol, do caracol que se enrola nos meus dedos, do aninhares-te tu nos meus enredos e no escorregar nos meus segredos no regresso eterno a ti.

À minha mãe.

quarta-feira, fevereiro 17, 2010

The Sequel

I don't like the clothes but the clothes like me

quinta-feira, fevereiro 11, 2010

goodbye genious


“Os meus desfiles eram provocantes por uma razão: a necessidade de se fazer notar. Eu não preciso mais de fazer isso, mas ainda acredito que tenho os meus 20 minutos para chamar a atenção das pessoas. Podes não gostar do que faço, mas ao menos o que faço leva-te a pensar.”

:::Alexandre::McQueen:::

[1969::2010]

quinta-feira, fevereiro 04, 2010

terapia


"Después de leer a Mafalda me di cuenta de que lo que te aproxima más a la felicidad es la quinoterapia"

G. G. Marquez

terça-feira, fevereiro 02, 2010

french fries


Enquanto não chega a Birkin... vai uma batata?!