sexta-feira, abril 27, 2007

Espalhem a notícia

"Depois de entre os escombros
ergueram-se dois ombros
num murmúrio
e o sol, como é costume, foi um augúrio
de bonança
sãos e salvos, felizmente
e como o riso vem ao ventre
assim veio de repente
uma criança"

Sérgio Godinho

Benvindo ao Mundo, Luísinho!

quarta-feira, abril 25, 2007

A B R I L



Uma flôr de verde pinho

Eu podia chamar-te pátria minha

dar-te o mais lindo nome português

podia dar-te um nome de rainha

que este amor é de Pedro por Inês.

Mas não há forma não há verso não há leito

para este fogo amor para este rio.

Como dizer um coração fora do peito?

Meu amor transbordou.

E eu sem navio.



Gostar de ti é um poema que não digo

que não há taça amor para este vinho

não há guitarra nem cantar de amigo

não há flor não há flor de verde pinho.


Não há barco nem trigo não há trevo

não há palavras para dizer esta canção.

Gostar de ti é um poema que não escrevo.

Que há um rio sem leito.

E eu sem coração.


Manuel Alegre

sábado, abril 21, 2007

Eu quero.


quarta-feira, abril 11, 2007

Track 5



Tanta gente num só coração! Que bom...
Sempre gostei mais de ser da Paz!!!
"Não estou disposto a esquecer seu rosto, de vez, e acho que é tão normal. Dizem que sou louco, por eu ter um gosto assim... gostar de quem não gosta de mim. Jogue suas mãos para o céu, e agradeça se acaso tiver, alguém que você gostaria que estivesse sempre com você, na rua, na chuva, na fazenda, ou numa casinha de sapê. Lá Lá Lá."
OST Cidade de Deus
Track 5. Rewind.