quinta-feira, agosto 30, 2007

Aqui vou ser feliz!


Quero... Espero!

domingo, agosto 26, 2007

O último Verão adolescente *


* até ver!



Chega de letras de músicas. A silly season está a chegar ao fim. É tempo de voltar à primeira pessoa...

Foi o Verão! Esta semana começo a mudar de casa e a responsabilidade chama-me. Mas tenho muita vontade de deixar registado o que consigo lembrar (e que posso revelar) desta doce temporada. Estou de férias há 2 meses. Contados por calendário... é muuuuiiiito tempo! Não é de teenagers... é de escola primária. A grande vantagem é que, enquanto aos 6 anos contamos os dias p'ra rever os amigos, aos 26 passamos os dias com eles!

E conto como férias o trabalho (!!!) nas corridas... vruuuum. Não podia ser de outra forma dado o seu contributo para o dolce fare niente. "Mafaldinha, davas um belo close-up".

Adorei as tardes dondocas no Atlântico- nunca desiludem! É sempre bom contarmos com os clássicos... Mas cómico mesmo foram os nadadores-salvadores e o pára-vento (agora sem um pau) que transformou os agoiros populares em belos dias de praia. Preta. Chego a Setembro preta! Banhos nortenhos e Iodo Olé Olé! E um Portfólio à maneira... valeu o mico, Pat!

Depois as noites no Cubo... nem sempre tão quentes quanto se queriam, mas enfim... tava lá o mundo p'ra aquecer!

Mais os mil churrascos com que nos premiaram este ano, serões de playstation e as muito originais (?!) festas de branco - valeu-nos a H&M! Inéditos included... porque é verdade, nunca me tinham batido numa disco! Há que ter histórias para contar aos netos (esperando que um dia haja netos... os únicos para quem estas histórias serão novas).

"Se o Jude Law me conhecesse estava em Sagres". Frase que resume muita coisa... ou nem tanto! As sete!!! Muitas é certo... mas não todas. Regresso. Um ano passado. Cordoama. Fieira. Top Less. 3 bares (já não 2) e o mesmo Topas! Festas d'anos inesperadas. Companhias novas. Gargalhadas. Papinhas. E até um objecto não identificado- meio abre cápsulas, meio pente de parafina que passou a habitar o meu cesto de praia. Venham as cucas. Minis de preferência... sempre frescas. A maltinha quer é festa... TRANQUILA! ( Na frincha... dizem uns... que cá não faltam!) Sete meninas numa casa?! Labaredas enoooormes! É preciso um dilúvio! É que não faltou refogado a queimar ao lume! E um poney verde espetado na t-shirt... põe-te à fresca (remeto foto para blog da patrícia- que jurídico!)

Ó não! A Pat descobriu p... de soja! Eheh.

Best of: " O homem que inventou a lanterna era um gajo iluminado".

E fui amorzinho por um dia enquanto jogava raquetes. Afalfa as raquetes... amorzinho serei toda a vida ;)

Primeiras compras do primeiro ordenado: raquetes fixes de praia. Daquelas com que todos os fanis com interesse se equipam p'ra se armarem em prozassos. Sejamos francos: aquele barulhinho impressiona. E uma Nespresso!

Finalização em grande estilo. Moledo. Para variar. A ternura na foto anexa, meio hip-hop, meio day after, não engana. Narcisa, Patita e Maf. E mais batatas fritas. Mais jantares. Muito milho, molho e etc. Recebi uma rosa. Sinal de que o meu desejo se vai cumprir... resta esperar. O Minho não desilude: pousada da juventude, palma, prozac, praia da maria ana, churrascada em Afife, cachorrão Toninho Fanggio, conversas na beira do mar. Saudades mil. Amizade muita. A bom ritmo... que é o de quem não tem pressa mas sabe que a vida não pode esperar! Junto aos meus pés um pente de parafina... LARANJA, como a Pat gosta. Fica de Mascote de um fim de semana tão bom. E o Porto ganhou! E eu acabei com o palhaço do Mc Donalds de um lado e um Mc Royal deluxe do outro.

Alma lavada! Feliz. Baterias recarregadas e vontade de começar.

Então vá... no volume máximo: "É só isso. Não tem mais jeito. Acabou, boa sorte!"

P.S. Mas ainda falta Ponte de Lima!!!

Para a Patrícia,

Amiga. Juro que quando disse que ia ser um Verão adolescente não pensei nunca, em momento algum, que fosse ser tão verdade. Mas devia ter calculado que a minha veia bruxa ia trazer isto com ela. E só por isso, my lobe, peço desculpa! Porque é verdade... a ponte móvel AVARIOU aberta, mas havia outra! Quieres extra, fuerte??? Wah ah ah!

quinta-feira, agosto 23, 2007

Wish me Luck


Adoro esta letra, e esta música e apetece-me muito estar num anúncio de telemóveis outra vez... eheh. P'ra bom entendedor...


Young Folks
(Peter, Bjorn and John)


If i told you things i did before
told you how i used to be
would you go along with someone like me?

if you knew my story word for word
handled all of my history
would you go along with someone like me?

i did before and had my share
it didn't lead nowhere
i would go along with someone like you

it doesn't matter what you did
who you were hanging with
we could stick around and see this night through

and we don't care about the young folks
talkin' bout the young style
and we don't care about the old folks
talkin' 'bout the old style too
and we don't care about our own folks
talkin' 'bout our own stuff
all we care about is talking
talking only me and you

usually when things has gone this far
people tend to disappear
no one would surprise me unless you do

i can tell there's something goin' on
hours seem to disappear
everyone is leaving i'm still with you!

domingo, agosto 12, 2007

Hug my love


Encosta-te a mim

Encosta-te a mim,
nós já vivemos cem mil anos
encosta-te a mim,
talvez eu esteja a exagerar
encosta-te a mim,
dá cabo dos teus desenganos
não queiras ver quem eu não sou,
deixa-me chegar.
Chegado da guerra,
fiz tudo p´ra sobreviver
em nome da terra,
no fundo p´ra te merecer
recebe-me bem,
não desencantes os meus passos
faz de mim o teu herói,
não quero adormecer.
Tudo o que eu vi,
estou a partilhar contigo
o que não vivi,
hei-de inventar contigo
sei que não sei,
às vezes entender o teu olhar
mas quero-te bem,
encosta-te a mim.
Encosta-te a mim,
desatinamos tantas vezes
vizinha de mim,
deixa ser meu o teu quintal
recebe esta pomba
que não está armadilhada
foi comprada, foi roubada,
seja como for.
Eu venho do nada
porque arrasei o que não quis
em nome da estrada
onde só quero ser feliz
enrosca-te a mim,
vai desarmar a flor queimada
vai beijar o homem-bomba,
quero adormecer.
Jorge Palma

Perfeito. Obrigatório. Para lá de lindo!

sábado, agosto 04, 2007

Hoje soube-me a tanto, portanto...


Com um brilhozinho nos olhos
tentamos saber para lá do que muito se amou
Quem eramos nós, quem queríamos ser
E quais as esperanças que a vida roubou
Mirei-o de longe e mirei-o de perto
Que quem não vê caras não vê corações
E com um brilhozinho nos olhos
Guardei um amigo, que é coisa que vale milhões
Sérgio Godinho