domingo, setembro 27, 2009

Bingo

De vez em quando existe um fim-de-semana assim. Daqueles em que apetece colar os vários frames e torná-lo videoclip dos que nos faz pele de galinha. Não foi o sushi, nem o sol, nem o macdonalds, nem o Dragão, a francesinha, nem a caipirinha, o som do pitch, a dor de garganta, a escola cheia, a casa cheia. Foi antes tudo isso e mais. Se falta alguém nesta moldura? Às vezes sim. Às vezes andamos perdidos uns dos outros, meios fugidos, meios tímidos do tanto que nos conhecemos. Mas depois há aquele segundo em que os olhos se cruzam na intimidade de quem conhece tudo e viveu tudo. O riso e o choro. Porque as vossas vidas são da minha vida tempo e espaço. Porque em cada gargalhada está aquele abraço. Aquele do conforto que sabe a casa. Sabe a concha. Porque é de vocês que veio o Luís, a Maria, o Afonso, o António, o Gabriel, o Francisco, a Mariana. Porque esperamos ansiosamente a Maria Leonor e o João Maria. Porque queremos ver os olhos dos que ainda nem sabemos nomes... tanto! Porque andamos todos por aqui...
A vida é cómica... quando nos traz à memória todos os lugares onde queríamos ficar. E nos deixa lá ficar... mais uma vez!
Everytime i see you falling i get down on my knees and pray i'm waiting for that final moment, you say the words that i cant say i feel fine and i feel good i'm feelin like i never should whenever i get this way i just don't know what to saywhy can't we be ourselves like we were yesterday? new order

terça-feira, setembro 22, 2009

trèsor.

sometimes my window looks like this...

quinta-feira, setembro 17, 2009

smile at me


This corner of the earth is like me in many ways I can sit for hours here and watch the emerald feathers play On the face of it I'm blessed When the sunlight comes for free I know this corner of the earth it smiles at me...
jamiroquai

terça-feira, setembro 08, 2009

A frase batida

"Hoje é o primeiro dia do resto da minha vida"

Eis que a porta se abriu e já há luz lá fora, no cenário onde, afinal, tudo acontece. Num palco definitivo em que a minha vida se entrelaça com o destino dos outros. Árduo papel, missão pesada, escolha minha... e de repente sinto o frio na barriga e as cócegas nas costas. Ganhei asas!

domingo, setembro 06, 2009

setembro

"E rimos, envergonhados, sempre que os nossos olhos se encontravam. E corremos depois por ruas povoadas ou sem gente, ainda envergonhados. Faltando a coragem de nos mirarmos. Medo de nos derretermos.
Assim é o amor."

Pepetela|| O planalto e a estepe